Sinopse Voltar

A Acompanhante-Sala Vermelha


Videos:  1    2 


Data de Estreia: 2014-06-20

(Please scroll down for the English version)


A ACOMPANHANTE

de Cecília Ferreira

 

A Acompanhante, de Cecília Ferreira, com encenação de Gonçalo Amorim, na Sala Vermelha do Teatro Aberto até ao dia 12 de Outubro.

Com um sentido de humor apurado e desconcertante, esta peça inédita, é vencedora do Grande Prémio de Teatro Português 2013 – Teatro Aberto | SPAutores, conta com a interpretação de Mónica Garnel.

Leituras complementares

FICHA ARTÍSTICA
Encenação GONÇALO AMORIM
Cenário e Figurinos CATARINA BARROS
Música JOANA SÁ | LUIS MARTINS
Luz JOSÉ MANUEL RODRIGUES
Sonoplastia SÉRGIO MILHANO

Com MÓNICA GARNEL

SINOPSE
Toda a gente sabe que Luzia não está cá, que se mudou para Genebra e está lá muito bem. Ou será que não?
Ela, que conhece tantos nomes, tantas histórias, tantos homens, está cansada. Das rotinas, do telemóvel a tocar, dos sonhos que foram sempre tão grandes na sua cabeça e tão difíceis de viver. Da solidão que se entranhou no seu corpo.
Mas, hoje, Luzia já não vai continuar à espera: prepara-se energicamente para o grande final e, enquanto o faz, sente-se mais viva do que nunca.
Uma peça de devaneio, desespero e ternura, onde mil e uma histórias se animam nas acrobacias arriscadas e surpreendentes em que esta mulher se desdobra e se entrega a todos os desacompanhados.

Leituras complementares

 

A ACOMPANHANTE (The Escort)
by Cecília Ferreira

A Acompanhante (The Escort), playwright by Cecília Ferreira, directed by Gonçalo Amorim, starts its new season of performances in Teatro Aberto’s Sala Vermelha from September 10th.
Startling us with its fine, dark humour, this original script won the Grande Prémio de Teatro Português 2013 – Teatro Aberto/SPAutores and is wholeheartedly interpreted by actress Mónica Garnel.

ARTISTIC TEAM
Director GONÇALO AMORIM
Set and Costume Design CATARINA BARROS
Music JOANA SÁ | LUÍS MARTINS
Lighting Design JOSÉ MANUEL RODRIGUES
Sound Design SÉRGIO MILHANO

Cast MÓNICA GARNEL
 
SINOPSIS
Everyone knows that Luzia is not here. Everyone knows she has moved to Geneva and she is fine there. Or isn’t it so?
She, who is familiar with so many names, so many stories, so many men, she is tired. From the routines, her mobile ringing, her dreams which always were so huge inside her head and so hard to live. From the loneliness that has rooted through her body.
But today Luzia won’t continue waiting: she prepares vigorously for the grand finale and, has she does, she feels more alive than ever.
A lunacy play, of despair and tenderness, where a thousand and one fables come to life in the risky, unexpected stunts this woman performs and with which she bestows herself to each and every unescorted person.